O gato, o peixe, o sapo e a gaivota
O gato, o peixe, o sapo e a gaivota
R$ 44,50
Autor(es): Luís Pimentel Ilustrador(es): Luiz Maia
Tamanho: 22x26cm Páginas: 40 Faixa Etária: A partir de 6/7 anos ISBN: 9786599006142 Categoria: Tema: Maravilhoso fabular, Emoções/convivência

O livro se insere na linha do maravilhoso fabular e narra a história de um gato com fome, uma gaivota procurando alimento, um peixe nadando, como sempre faz, e um sapo sapeando, ou melhor, observando a cena.
Cada bicho ouve os apelos da sobrevivência e tem as suas pretensões. O final acena para o inusitado, levando o leitor a refletir sobre os sentimentos que, metaforizados, nos incitam a pensar sobre nossas reações diante de situações parecidas.

  • Iniciar chamando a atenção da turma para a capa, mostrando-a aberta. Em seguida, observar com os alunos as folhas de guarda, a folha de rosto e a página de créditos. Fazer uma pesquisa rápida sobre essas partes do livro, lembrando da importância de se conhecer o “objeto livro”.
  • Apresentar (ou pedir a leitura) de dados biográficos do autor e do ilustrador, notando que Luís e Luiz formaram uma bela dupla! Mais informações: acessar entrevista com o autor concedida ao Grupo Lê. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=StzqL2Nh_X8&ab_channel=GrupoEditorialL%C3%AA Acesso em: 30 nov. 2020.
  • Encaminhar perguntas sobre o tempo da narrativa (quando a história começa e se desenvolve); o espaço (em que lugar os fatos acontecem) e as personagens (suas ações e como interagem entre si).
  • Habitat é o lugar onde vive um ser. Perguntar onde vivem: o gato, o peixe, a gaivota e o sapo. Perguntar também se sabem o habitat do javali, da girafa, do tatu e do canguru ou outros animais à escolha.
  • Numa roda de conversa, falar sobre as características: ser generoso, ter desprendimento, ser contemplativo, ter disfarces, ser convencido, ter tristeza, ficar comovido, ser agradecido. Pedir que os alunos atribuam algumas dessas características aos personagens, justificando a opinião.
  • Comentar sobre as ilustrações criativas de Luiz Maia que dialogam muito bem com o texto de Luís Pimentel. Divididos em grupos, pedir que apresentem oralmente o maior número de detalhes captados na leitura atenta das imagens.
  • Produção de texto: no livro podem ser percebidas muitas frases rimadas. Comentar algumas, evidenciando as rimas. Sugerir que os alunos criem versos curtos, simples, com rimas cadenciadas, relacionados ao livro ou não, produzindo um texto coletivo, que poderá ser lindamente ilustrado por eles. Uma dica para iniciar o poema e/ou modificar:
  • Era uma vez/ um pequeno rio/ que à noite/ sentia frio./Os peixinhos/ nem ligavam/batiam as barbatanas/ riam e dançavam!
  • Obs: As barras indicam mudança de linha.